quarta-feira, 23 de julho de 2014

Crises

Quem acha que crises existenciais so existem na adolescencia desengane-se...

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Continuando na onda de Extreme...

Ha 22 anos atras fui ao meu primeiro concerto so com uma amiga (sem pais). Tinha 16 anos e fomos ver Extreme no dia 6 de novembro de 1992. Tinha uma paixao adolescente pelo Nuno Bettencourt, portugues e um dos (o) melhores guitarristas do mundo. 

Foi incrivel, e, contra todas as espectativas, acabamos por conhecer a banda e ter autografos (de todos menos do Nuno que estava a conhecer as dezenas de primos).

Descobri que andavam agora em tourne, com o mesmo album da altura, e que iam tocar em Portugal quando la estava. Desafiei a minha amiga e, para revisitar os velhos tempos, la fomos nos para o concerto.

Tendo em conta que so nos faltava o autografo do Nuno (e do baterista que mudou), tentamos pedir a alguem que levasse os bilhetes para alguem assinar, depois do concerto.

De novo, contra todas as espectativas, nao so conseguimos autografos de todos como tiramos fotos com a banda (varias) e conversamos com eles. Foram simpatiquissimos, espetaculares e foi uma noite que nao vamos esquecer!

Completamente em alta!

segunda-feira, 7 de julho de 2014

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Breathe

Só mais uma coisinha rápida.

Estava aqui a ver um blogue em inglês que tinha. Li uma mensagem de 2011. Ainda se aplica...

It’s amazing how you can have all the space and fresh air in the world, a functioning respiratory system, but still not the able to breathe…


Há quanto tempo...

Com emprego novo, a tempo inteiro, mas, incrivelmente mais tempo para dedicar a família, e fazê-lo, há muito tempo que não escrevo aqui.

Agora estou de férias em Portugal.  Duas semanas e meia. E ainda não chega...

Fica-se com duas fotos. Só para marcar presença.

Esta Lisboa que eu amo...